Premiê grego reitera compromisso com austeridade fiscal

O primeiro-ministro da Grécia, Giorgos Papandreou, disse hoje que seu governo está determinado a implementar totalmente o plano de austeridade elaborado para estabilizar as finanças públicas do país. "Estamos absolutamente decididos a certificar que o plano será implementado em cada detalhe", disse Papandreou em Paris, após almoçar com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e antes de uma reunião com o primeiro-ministro francês, François Fillon.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 13h02

"Estamos prontos para fazer o que for necessário", disse ele, acrescentando que "recentemente adotamos medidas adicionais", mas não deu detalhes. O governo grego pretende reduzir o déficit orçamentário do país de 12,7% em 2009 para 8,7% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano. Ontem, o governo anunciou medidas para limitar os salários do setor público e para reformar o código tributário do país, numa aposta para atingir até 2012 o limite de déficit de 3% do PIB estabelecido pela União Europeia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
crise, Grécia, premiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.