Premiê japonês se dispõe a agir em parceria com Obama

O primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, disse nesta quarta-feira que está pronto para trabalhar "lado a lado" com o presidente dos EUA, Barack Obama, para reanimar a economia global atingida pela crise. O líder japonês, que vem enfrentando queda em seus índices de popularidade, disse que compartilha com Obama objetivos para a economia. "Eu acredito que a forma como ele reconhece a crise econômica no mundo é a mesma que eu tenho", disse a jornalistas."Sua abordagem à questão, que é fazer uso das capacidades potenciais das pessoas, é a mesma que eu tenho. Eu acredito que a maior e a segunda maior economia do mundo possam cooperar de mãos dadas", afirmou. A chefia de gabinete, principal porta-voz do governo japonês, disse que Tóquio quer um encontro entre Aso e Obama antes de 2 de abril, quando haverá uma reunião de cúpula com líderes mundiais em Londres para falar sobre a crise.As relações entre os governos norte-americano e japonês ficaram arranhadas depois de Washington ter retirado em outubro a Coreia do Norte de sua lista de Estados que apoiam o terrorismo, apesar das objeções do Japão. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.