Prêmio Top Imobiliário chega a 21ª edição

 Evento que premiará as empresas mais atuantes do setor acontece no dia 28 de maio, em São Paulo 

O Estado de S.Paulo,

14 de maio de 2014 | 16h53

SÃO PAULO - O prêmio Top do Mercado Imobiliário está próximo de completar sua maioridade. No dia 28 de maio, serão reconhecidas as empresas do setor mais atuantes da Região Metropolitana de São Paulo em 2013. A premiação, que nasceu em 1993 a partir de uma parceria entre a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) e o Grupo Estado, chega a sua 21ª edição, considerada pelo mercado como uma das mais importantes do setor no País. 

Neste ano, além de premiar os dez primeiros colocados nas categorias Incorporação, Vendas e Construção, também haverá a entrega do troféu "Performance", concedido a empresas que atingem o primeiro lugar em cinco quesitos analisados — número de lançamentos, número de blocos, número de unidades, área total construída e valor geral de vendas (VGV) lançado. 

"No ano passado, nenhuma empresa atingiu a colocação máxima em todos os quesitos", diz a coordenadora de pesquisa da Embraesp, Samantha Furlan. De acordo com ela, na edição de 2014, uma empresa já alcançou o feito.  

"Os critérios de avaliação estabelecem pesos de um a cinco para os cinco quesitos. Porém, o peso  desses quesitos é analisado de acordo com a categoria da empresa. Assim, uma Incorporadora, por exemplo, é avaliada com peso cinco para VGV e um para 'área total construída'. Enquanto a categoria Construtora segue o contrário: peso cinco para a 'área total construída' e peso 1 para 'VGV'", explica.

No evento deste ano também será entregue o prêmio "Pensador de Cidades: Luiz Antonio Pompéia. Criado em 2003, em homenagem ao fundador-presidente da Embraesp, Luiz Antonio Pompéia, o prêmio é bienal e chega a sua 7ª edição. Ele tem como objetivo estimular iniciativas que contribuem para a inclusão e a melhor qualidade de vida dos cidadãos na metrópole.

Tudo o que sabemos sobre:
Top ImobiliárioConstruçãoImóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.