Preocupação nos mercados atinge preço de títulos brasileiros

As condições do mercado financeiro se deterioram ainda mais no início da tarde. O dólar comercial à vista atingiu a máxima de R$ 3,0350 na ponta de venda dos negócios, em alta de 2,36% em relação às últimas operações de ontem. O Ibovespa ? índice que mede a valorização das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ? recuava 2,34%. Os mercados operam pressionados pela migração de investidores em C-Bonds ? principais títulos da dívida brasileira ? para os papéis norte-americanos, cujas taxas estão em alta. Às 15h11, o C-Bond está no patamar mínimo do dia, em 84,375 centavos por dólar, em queda de 2,38%. O risco Brasil ? taxa que mede a confiança dos investidores estrangeiros na capacidade de pagamento da dívida do país ? subia 60 pontos, para 848 pontos base. Além da transferência de recursos para o mercado norte-americano ? condição que provoca queda no preço dos papéis brasileiros, afetando a taxa de risco e o câmbio - alguns fatores contribuem para a piora do cenário. O cancelamento da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à África, devido à preocupação com o encaminhamento da reforma da Previdência, e o temor gerado pelas invasões dos sem-teto e MST estão entre estes fatores.Veja no link abaixo a cotação atualizada dos ativo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.