Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Presentes mais baratos no Dia das Mães

Os artigos de vestuário lideram as intenções de compra de presentes para o Dia das Mães deste ano, desbancando os eletrodomésticos que estavam no topo do ranking de 2000. A alta dos juros, o encurtamento dos prazos do crediário e o cenário de desaceleração do ritmo de atividade detectado nas últimas semanas deverão induzir a preferência do consumidor para compra de produtos de menor valor.Duas pesquisas apontam para essa direção. Enquete da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio/RJ) no dia 2 de maio indica que o vestuário detém a intenção de 16,86% dos entrevistados que já definiram o que pretendem comprar de presente para a mãe. Em segundo lugar, está o eletrodoméstico, com 7,06%. A mesma pesquisa realizada no ano passado mostrava que o eletrodoméstico respondia por 22,42% das intenções de compra, seguido pelo vestuário, com 18,87%.Outro dado relevante da pesquisa da Fecomércio/RJ deste ano que confirma a opção por produtos de menor valor é a perda de participação do telefone celular. O item, em terceiro lugar no ranking das intenções de compra em 2000, com 13,52%, caiu para a sétima posição, com 3,14% da preferência do consumidor. Em contrapartida, o CD figura como o terceiro produto que deverá ser mais vendido, respondendo por 8,24% da preferência de compra. Segundo a enquete, 47% dos entrevistados vão dar presentes de até R$ 50.Já a pesquisa da Visa do Brasil com o instituto Opina, realizada em São Paulo, concluiu que 35% dos entrevistados pretendem comprar roupas para a mãe, com gasto médio de R$ 60. O eletroeletrônico como um todo, que inclui eletrodoméstico e telefone celular, representa 12% das intenções de consumo este ano.No fim de semana, o Shopping Tamboré confirmou a tendência das pesquisas. Até o início da tarde de ontem, o shopping tinha recebido 55 mil visitantes e a maior parte do público havia circulado pelas lojas de artigos de vestuário, calçados, perfumaria e CDs. No entanto, ainda há um grande número de pessoas que ainda não definiu o que vai comprar.

Agencia Estado,

07 de maio de 2001 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.