coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Preservativos Flamengo são retirados do mercado

Dois anos após o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) denunciar a má qualidade e exigir que o preservativo Flamengo lubrificado fosse retirado do mercado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) finalmente proibiu a venda do produto e multou os fabricantes em R$ 75 mil.A denúncia, que foi feita no início de 2000 após um teste de qualidade dos preservativos feito pelo Idec, era que o preservativo Flamengo não tinha em sua embalagem o número de registro no Ministério da Saúde, o que é obrigatório. O preservativo Flamengo também apresentou problemas em sua embalagem interna, que não é opaca e permite que o látex se deteriore em contato com a luz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.