Presidência da União Europeia confirma ajuda à Grécia

Os países europeus, em particular da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda), vão dar suporte à Grécia enquanto Atenas enfrenta uma crise orçamentária, disse o primeiro-ministro da Espanha, Jose Luis Rodriguez Zapatero, que exerce a presidência rotativa da União Europeia.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 18h44

"Temos de dar suporte à Grécia, isso está claro, e é a Europa e o Eurogrupo que farão isso", disse Zapatero à imprensa ao desembarcar em Bruxelas para um encontro dos socialistas europeus, na véspera do encontro de cúpula da UE que acontece amanhã. O Eurogrupo é formado pelos ministros de Finanças dos 16 países que integram a zona do euro.

Zapatero, no entanto, não deu detalhes sobre a natureza do apoio que será oferecido à Grécia. Espera-se que a cúpula da UE expresse sua disposição, em princípio, de ajudar a Grécia, mas os detalhes viriam apenas depois, segundo fontes da diplomacia europeia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.