Presidente argentina pede fim da paralisação do setor agrícola

A presidente argentina, CristinaKirchner, pediu na quinta-feira ao setor agrícola que terminecom a paralisação para negociar uma saída para a maior crisepolítica de sua gestão, mas não deu pistas sobre o que pensa emmodificar no sistema de impostos que enfureceu o setor. "Convoco-os ao diálogo sério. As portas da casa do governoestão abertas, mas por favor, encerrem a medida contra o povo",disse Cristina em ato montado para mostrar apoio a suaspolíticas. A paralisação já dura 15 dias e ameaça provocar umdesabastecimento de alimentos nas cidades, ao mesmo tempo emque paralisou a comercialização de grãos e carne de um dosmaiores provedores globais de matérias-primas. (Reportagem de César Illiano)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.