Presidente da Abap lamenta episódio Zeca Pagodinho

O presidente da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap), Dalton Pastore, disse nesta sexta-feira que lamenta o desrespeito a um contrato assinado, ao comentar o episódio envolvendo a participação do cantor Zeca Pagodinho em comerciais das marcas de cerveja Nova Schin e Brahma. Ele, disse, porém, que não vê problema na guerra entre marcas, porque "o mercado publicitário é assim".Pagodinho era garoto propaganda da marca Nova Schin e rompeu unilateralmente o contrato para participar de comercial da concorrente Brahma. "Nossa posição é pelo respeito à ética, às instituições e aos contratos que são os valores que fizeram da propaganda brasileira uma das mais respeitadas no mundo", afirmou Pastore, pouco antes de abrir um congresso das agências de publicidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.