FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Presidente da Câmara confirma votação da Previdência no próximo dia 20

Rodrigo Maia avaliou que, embora não tenha os votos necessários hoje, é possível que os tenha depois do carnaval

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2018 | 18h26

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que está mantida a votação da reforma da Previdência no próximo dia 20 e avaliou que, embora não tenha os votos necessários hoje, é possível que os tenha depois do carnaval.

"Vamos trabalhar. A construção da maioria no Brasil é uma construção lenta. A maioria da população ainda não entendeu a reforma do regime geral de Previdência. A reforma para o setor público sim, são mais de 80% de apoio, mas o regime geral ainda não. Isso impacta a opinião dos deputados e dos governadores", disse após uma reunião com o prefeito João Doria (PSDB), na sede da prefeitura da capital paulista.

++ Planilha mostra que governo só tem 237 votos na reforma da Previdência

Oficialmente, Maia veio conhecer o projeto de reforma da Previdência municipal que Doria enviou à Câmara de Vereadores.

"Hoje não tem 308 votos. Agora, o Brasil é um País em que as coisas mudam tão rápido, quem sabe a gente consegue depois do carnaval, com todo mundo descansando um pouquinho, construir a maioria para aprovar aquilo que for possível para a Previdência", disse, acrescentando ter certeza de que, caso o tema seja aprovado, o Brasil pode chegar ao final do ano com uma taxa de desemprego abaixo de 9%. 

Tudo o que sabemos sobre:
reforma previdenciáriaaposentadoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.