Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Presidente da GM ainda vê concordata como o mais provável

Segundo Henderson, porém, não há consenso de que concordata nos EUA afetaria operações em outros países

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

11 de maio de 2009 | 12h29

O presidente e diretor executivo da General Motors, Fritz Henderson, disse ser mais provável que a companhia precise atingir seus objetivos durante um processo de concordata. Em entrevista para a imprensa, Henderson afirmou que não há um consenso prévio de que o eventual preenchimento do Capítulo 11 da Lei de Falência norte-americana (concordata) resultará em concordatas em suas unidades em outros países.

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

Ele afirmou também ainda haver chance de que a companhia resolva sua situação fora de um processo de concordata.

 

A General Motors teve um prejuízo no primeiro trimestre deste ano de US$ 6 bilhões. A perda por ação foi de US$ 9,78, indica o balanço divulgado na semana passada. No mesmo período do ano anterior, a empresa teve prejuízo de US$ 3,3 bilhões, US$ 5,80 por ação.

 

A montadora gastou US$ 10,2 bilhões a mais do que tinha em caixa. As receitas da montadora caíram 47%, de US$ 42 bilhões nos três primeiros meses de 2008 para US$ 22,4 bilhões no trimestre passado

 

A GM recebeu US$ 15,4 bilhões em empréstimos do governo americano e trabalha num plano de reestruturação para evitar a concordata.

 

A montadora diz que o resultado reflete a contínua desaceleração econômica global e queda das vendas em termos de volumes em toda a indústria. A empresa observa, entretanto, que as perdas foram parcialmente minimizadas por uma expressiva redução nos custos estruturais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.