Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Presidente da Magna quer produzir Opel no Canadá

O presidente da fabricante de autopeças Magna Internacional, aprovada pelo governo alemão para assumir a montadora Opel, Frank Stronach, disse hoje que fabricar carros da companhia alemã no Canadá. "Queremos construir carros da Opel no Canadá", disse Stronach ao jornal The Globe and Mail, se especificar detalhes sobre a operação.

AE, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 20h22

"Eu sei que podemos ser competitivos e que podemos criar empregos no Canadá e nos Estados Unidos", afirmou na entrevista dada ao jornal de Toronto, cidade onde ele abriu a primeira planta do grupo, em 1957. "Se não mudarmos nossa cultura, a América do Norte não terá chance na indústria automobilística, não haverá alguma", completou.

Stronach disse que as fabricantes podem ser competitivas se gerentes e empregados trabalharem juntos e acabarem com a estrutura de confronto e adversidade que vem dominando a indústria.

O governo alemão aprovou na madrugada deste sábado a venda da Opel e o braço russo, a fabricante GAZ, à Magna Internacional. Como parte do acordo, o grupo canadense assumirá 20% da nova companhia, podendo se tornar a maior fabricante de automóveis do Canadá, enquanto o banco Statal russo Sberbank terá 35%. A GM poderá manter 25% da companhia e os empregados, 20%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CanadáMagnaOpel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.