Presidente da Nicarágua ataca biocombustíveis

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, afirmou ser contra a produção de biocombustíveis na América Central e disse que a prioridade deveria ser a produção de alimentos. "Deveríamos produzir alimentos, que é o que mais falta", declarou Ortega durante um encontro de cúpula entre México, Colômbia e países centro-americanos.Ortega também mostrou suas divergências com o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, no que se refere aos biocombustíveis. "Não compartilhamos, em absoluto, o projeto de Lula", afirmou, qualificando o presidente brasileiro como "um sonhador dessa proposta". "Na Nicarágua, é pecado falar em biocombustíveis", acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.