Presidente da OceanAir faz proposta pela VarigLog

O empresário German Efromovich, presidente da OceanAir, apresentou ontem em assembleia de credores uma proposta para adquirir a VarigLog, ex-subsidiária de cargas da velha Varig que entrou com pedido de recuperação judicial em 3 de março. Efromovich se comprometeu a adquirir a VarigLog sob a condição de que os credores aprovem um plano de recuperação que prevê deságios de até 90% no pagamento das dívidas, dependendo da característica do credor.

AE, Agencia Estado

12 de setembro de 2009 | 10h00

Efromovich disse que foi convidado a olhar o negócio por Lup Wai Ohira, presidente da VarigLog e irmã de Lap Chan - ex-sócio do fundo americano Matlin Patterson, que adquiriu a VarigLog, e posteriormente a Varig. O Matlin adquiriu a VarigLog em sociedade com três sócios brasileiros, numa operação constituída para driblar a legislação que limita a participação de estrangeiros em companhias aéreas. Para vencer a resistência da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em aprovar o negócio, o fundo contou com a assessoria de Roberto Teixeira, amigo do presidente Lula.

Uma briga judicial entre o Matlin e os sócios brasileiros levou a companhia à bancarrota e, no mês passado, o Matlin decidiu deixar a sociedade. Por simbólicos US$ 100, o fundo americano vendeu a empresa para Lup Ohira, que se apresentou ontem na assembleia como dona de 100% do capital da VarigLog, embora a transferência acionária não tenha sido aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O fundo entrou com pedido de alteração societária no dia 21 de agosto. Procurada, a Anac informou que o pedido "está em análise".

Para Efromovich, esse imbróglio judicial envolvendo os sócios da VarigLog não é problema. "É só analisar os processos. Acreditamos que eles não têm direitos sobre a VarigLog." Efromovich não quis revelar quanto pagará para assumir a companhia. "Isso é uma coisa que diz respeito apenas a mim e a Lup." Segundo fontes, o negócio gira em torno de US$ 100 mil. Com isso, assumiria uma companhia que tem dívidas de R$ 400 milhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
logísticaVarigLogEfromovich

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.