Presidente de El Salvador visita usina de cana em SP

Em visita hoje à Usina Santa Elisa, do Grupo Santelisa Vale, em Sertãozinho (SP), o presidente de El Salvador, Elías Antonio Saca, mostrou interesse pela produção de energia a partir da biomassa e pela comercialização de créditos de carbono. Na visita, parte do roteiro da viagem oficial de três dias que Saca faz ao País, a presença da imprensa foi vetada.De acordo com o diretor administrativo da Santelisa Vale, Sebastião Henrique Gomes, que acompanhou o presidente salvadorenho na unidade, a maior parte das questões de Saca e de integrantes da comitiva foi sobre o processo de produção da energia elétrica a partir da queima do bagaço da cana, bem como a certificação de uma unidade sucroalcooleira para a venda de créditos de carbono."O presidente quis, inclusive, ir pessoalmente à planta produtora de energia elétrica", relatou Gomes. "Quando os informamos ainda que o Grupo Santelisa Vale havia recebido da Agência Sueca de Energia pelos créditos comercializados, o interesse foi ainda maior, com questões bastante específicas", completou o executivo.Ainda de acordo com o diretor administrativo da Santelisa Vale, o presidente também relatou a intenção da América Central em utilizar a mistura do álcool anidro à gasolina e informou que já propôs um programa local para o incentivo ao uso do combustível como oxigenante à gasolina. "As questões sobre a mistura brasileira de 25% do anidro à gasolina foram também técnicas. Nós relatamos ainda que o uso de veículos, movidos a álcool ou a gasolina, é uma tendência mundial", concluiu Gomes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.