finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Presidente demitido acusa Olympus de fraude

A Olympus está sob pressão para revelar os detalhes de pagamentos feitos em uma série de aquisições, o que fez as ações da companhia recuarem pelo terceiro dia consecutivo após a demissão inesperada de seu presidente, na semana passada.

TÓQUIO, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2011 | 03h05

O britânico Michael Woodford acredita que foi demitido por identificar fraudes financeiras na compra da fabricante de equipamentos médicos Gyrus e de três empresas japonesas. A companhia japonesa reiterou ontem que Woodford foi demitido por seu estilo de gestão.

Analistas e investidores continuam com um pé atrás por causa de uma carta, de 11 de outubro, que Woodford enviou ao presidente do conselho Tsuyoshi Kikukawa, mencionando "uma série de erros calamitosos e julgamentos excepcionalmente falhos" que resultaram em "perda no valor das ações de US$ 1,3 bilhão". / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.