Presidente do Banco Central renuncia

O presidente do Banco Central do Equador, Pedro Delgado, apresentou sua renúncia ao cargo após admitir ter cometido "um erro muito grave" ao incluir qualificações falsas em um currículo 22 anos atrás. Primo do presidente do Equador, Rafael Correa, Delgado anunciou sua decisão em entrevista coletiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.