Presidente do Banco do Brasil comemora a "delícia" do lucro recorde

O presidente do Banco do Brasil, Cássio Casseb, comemorou hoje lucro recorde de R$ 2,381 bilhões em 2003. ?Esse lucro é uma delícia. Estou muito satisfeito com o resultado e gostaria de agradecer aos mais de 80 mil funcionários do banco?, disse Casseb. Sobre o desempenho do banco no ano passado, ele destacou o aumento das operações de crédito, das transações com micro e pequenas empresas, da atuação no agronegócio e da carteira comercial.O vice-presidente de finanças, mercado de capitais e relações com investidores do BB, Luiz Eduardo Franco de Abreu, disse que o lucro de 2003 foi obtido, na maior parte, devido ao aumento da eficiência do banco, do número de operações de crédito e com a prestação de serviços. ?Os números do ano passado são muito bons e mostram que estamos conseguindo atender os objetivo do governo, com a condução de política públicas, e apresentar, ao mesmo tempo, resultados econômicos consistentes?, disse.Para 2004, o banco continuará a trabalhar com a expectativa de aumento do volume de operações de crédito. Isto deverá acontecer, segundo o vice-presidente de varejo e distribuição, Edson Machado Monteiro, por meio do aumento de clientes e com um trabalho de segmentação da clientela. Em 2003, o total de clientes pessoas físicas do banco teve um aumento de 21,8%, saltando dos 14,399 milhões para 17,534 milhões, e o número de clientes pessoas jurídicas subiu de 992 mil para 1,217 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.