Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Leo Souza/Estadão
Leo Souza/Estadão

Presidente do BC diz que vai ser possível fazer Pix offline com cartão

Segundo Roberto Campos Neto, três tecnologias estão em estudo para permitir o uso do sistema em locais sem cobertura de internet e a principal delas deve ser o cartão por aproximação

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2021 | 12h24

BRASÍLIA - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quarta-feira, 30, que a instituição está desenvolvendo alternativas para que o Pix possa ser usado de maneira offline em locais sem cobertura de internet. 

O Pix é o sistema que permite pagamentos e transferências instantâneas em todo o País entre pessoas, empresas e governo 24 horas por dia, sete dias da semana.

“Em breve o Pix terá funcionalidade offline. Estudamos três tecnologias para isso, mas a principal delas deve ser em forma de cartão por aproximação. Em algum momento haverá cartão Pix de aproximação”, afirmou, em evento online sobre moedas digitais organizado pelo escritório Mattos Filho.

O Pix já representa 30% das operações de pagamento no País, segundo a Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária, divulgada na semana passada pela Federação Brasileira de Bancos. Em novembro, assim que foi lançado, o porcentual era de 7%.

Segundo o levantamento, o porcentual dos pagamentos feitos através de maquininhas de cartão no total de transações bancárias caiu de 68% em novembro do ano passado para 51% em março de 2021. E a fatia das transações bancárias realizadas via transferências (DOC/TED) diminuiu de 25% para 19%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.