Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Presidente do BC do Peru espera que inflação caia

O presidente Banco da Reserva do Peru, Julio Velarde, afirmou que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) provavelmente caia 0,2% em novembro. Velarde afirmou que a inflação anual vai voltar para dentro da meta do banco central peruano e ficará entre 1% e 3%.

AE, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 05h25

Em outubro, o CPI subiu 0,04% em outubro, elevando a inflação dos últimos 12 meses para 3,04%. Com a inflação mais fraca pode permitir que o banco central continue aliviando a política monetária.

O presidente da autoridade monetária do Peru disse ainda que o produto interno bruto (PIB) vai se expandir entre 5,5% e 5,6% no quarto trimestre, impulsionado por uma recuperação da demanda interna, segundo a agência de notícias do governo Andina.

"Esperamos que o quarto trimestre seja melhor do que o terceiro trimestre", afirmou Velarde.

No terceiro trimestre, o PIB peruano subiu 4,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Nos nove primeiros meses do ano, a economia registrou ganhos de 5%.

Na quarta-feira, o ministro das Finanças do Peru, Miguel Castilla, disse que a economia iria se expandir "um pouco mais de 5,0%" em 2013. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
peruinflaçãopresidentebc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.