Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Presidente do BCE aposta em recuperação em 2010

Segundo Jean-Claude Trichet, retomada da economia depende do restabelecimento da confiança

Efe,

18 de março de 2009 | 06h40

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse nesta quarta-feira, 18, que há bastante consenso sobre a ideia de que a recuperação econômica pode começar em 2010, embora tenha reiterado que isso dependerá do restabelecimento da confiança.

 

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

"Se quisermos sair dessa situação, é preciso aumentar a confiança", afirmou em entrevista à emissora de rádio francesa "Europe 1". Trichet lembrou que 2009 "será muito difícil".

 

Segundo ele, a recuperação de confiança passa, entre outras coisas, pela Cúpula do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e os principais emergentes), em abril em Londres, que deve se centrar "o menos possível no curto prazo e ao máximo no longo prazo".

 

Trichet não quis dar detalhes sobre qual será a política monetária do BCE, além de lembrar que no último corte dos juros básicos, já antecipou que o 1,5% decidido não é necessariamente o mais baixo possível.

 

Questionado sobre a utilidade da moeda única no atual panorama, o presidente do BCE respondeu que "se o euro não existisse ainda, provavelmente teria sido inventado com esta crise".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.