André Dusek|Estadão
André Dusek|Estadão

Presidente do BNDES afirma que queda dos juros 'veio para ficar'

Para Dyogo Oliveira, o Brasil está às margens de uma nova era da economia: 'os fundamentos hoje são incomparáveis e há maturidade dos pensadores da política econômica'

Cynthia Decloedt e Francisco Carlos de Assis, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 10h41

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, reiterou o compromisso do banco de fomento com a agenda do mercado de capitais durante cerimônia de posse da nova diretoria da Anbima.

+ Saneamento deve ter R$ 1,5 bi do BNDES

"Nas economias modernas sabemos que a capacidade de financiamento e decisões de investimentos e consumo dependem do bom funcionamento do mercado financeiro", disse.

+ BNDES vai antecipar dívida com Tesouro em 10 a 15 anos

+ Presidente do BNDES defende simplificação tributária

Dyogo frisou que o País está às margens de uma nova era da economia, que vai mudar o mercado, diante da queda do juro básico. "Não tenho dúvida que veio para ficar. Os fundamentos hoje são incomparáveis e há maturidade dos pensadores da política

econômica", acrescentou.

+ BNDES oferecerá empréstimos para instalação de placas de energia solar em casa

Segundo ele, o BNDES tem sido procurado por participantes do mercado de capitais interessados em estruturar fundos de infraestrutura, dentro da nova iniciativa anunciada pelo banco durante o Brasil Investment Forum.

Pelo programa, o BNDES vai adquirir cotas de fundos de investimento em infraestrutura para fomentar o instrumento. "Minha preocupação agora é ter títulos para esses fundos, mas isso é outro passo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.