Presidente do BNDES prevê lucro recorde neste ano

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, afirmou hoje que o lucro do banco ultrapassará R$ 2 bilhões este ano, batendo o recorde histórico que havia sido atingido no ano passado, de R$ 1,37 bi. "Foram R$ 2 bilhões e qualquer coisa. O maior lucro da história do banco. E sabem como? Não foi elevando os juros, foi baixando os juros", afirmou Lessa, falando sobre a política agressiva adotada pelo BNDES na recuperação de créditos e, ao mesmo tempo, criticando, mais uma vez, a alta dos juros. Em contrapartida, Lessa voltou a reconhecer que o orçamento deste ano, de R$ 47,3 bilhões, não deverá ser cumprido. Segundo ele, serão liberados 87% deste valor. O balanço das operações acumulado até outubro, divulgado na segunda-feira, indicava que ainda faltavam contratar R$ 15 bilhões do orçamento. "Somente agora os empresários começam a acordar, de maneira tímida, para a necessidade de investimento", disse Lessa, atribuindo ao cenário do mercado interno e aos juros altos a responsabilidade pela retração de investimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.