Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Presidente do Citigroup afasta rumores de venda

Em visita ao Brasil, executivo afirma que demissões anunciadas não incluem o País

Leandro Modé, de O Estado de S. Paulo,

19 de novembro de 2008 | 17h02

O presidente mundial do Citigroup, Vikram Pandit, afirmou nesta quarta-feira, 19, em São Paulo, que o Brasil é um dos países prioritários para o banco. "Vamos crescer nossa operação brasileira e fazê-la mais eficiente", disse. Com essas palavras, ele tenta afastar os rumores de que estaria no País negociando a venda da instituição para algum banco nacional.  "Minha vinda já estava programada. Nos últimos meses, visitei nossas operações mais importantes no mundo", disse. Ele chegou ontem ao Brasil e volta para os Estados Unidos hoje mesmo.  Pandit assumiu o comando do Citigroup em dezembro do ano passado, em substituição a Charles Prince, que saiu em conseqüência das pesadas perdas no mercado de hipotecas de alto risco dos EUA (subprime). O banco anunciou nesta semana que demitirá 52 mil funcionários no mundo todo ao longo de 2009.O Brasil, segundo o executivo, não está incluído nesse programa.

Tudo o que sabemos sobre:
Citigroupvendacrisedemissões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.