Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Presidente do Paraguai diz que é preciso pensar antes aderir à Alca

O presidente eleito do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos, disse que é preciso pensar "duas ou três vezes" para decidir se vale a pena ou não aderir à Área de Livre Comércio das Américas (Alca). "A prioridade é fortalecer o Mercosul", garantiu Nicanor, depois de audiência de cerca de uma hora com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o presidente paraguaio, é preciso analisar se a Alca vai representar, de fato, oportunidade para o fortalecimento das indústrias, para o aumento da competitividade e para a entrada dos produtos da região no mercado norte-americano. Nicanor Frutos afirmou ter ficado satisfeito com a afirmação do presidente Lula de que o Brasil não pretende exercer uma posição hegemônica no Mercosul. "Queremos ser um sócio efetivo do Mercosul e não simplesmente homologar decisões do bloco", disse.

Agencia Estado,

28 de maio de 2003 | 17h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.