coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Preso ex-diretor da Pemex por corrupção

A polícia mexicana prendeu o primeiro ex-executivo da estatal Petroleos Mexicanos SA (Pemex) ligado a um suposto caso de corrupção na empresa, informou o escritório do procurador-geral federal.Manuel Gomezperalta, ex-diretor administrativo da Pemex, foi detido na Cidade do México depois que promotores derrubaram uma liminar que impedia sua prisão, informou o escritório do procurador-geral.A imprensa local informou que Gomezperalta foi preso, nesta sexta, por ligação com as supostas autorizações ilegais de pagamentos para o sindicato dos petroleiros, mas uma porta-voz do escritório do procurador-geral não quis comentar as acusações.As autoridades haviam emitido ordens de prisão para diversos executivos da Pemex ligados ao escândalo. A promotoria federal alega que o sindicato dos petroleiros lavou US$ 170 milhões para a campanha presidencial de Francisco Labastida, candidato do Partido Revolucionário Institucional (PRI) derrotado na eleição de 2000 pelo atual presidente, Vicente Fox.O ex-diretor da Pemex Rogelio Montemayor também é acusado de ter ajudado na transferência dos fundos para a conta bancária do sindicato. O dinheiro foi então supostamente passado para o PRI numa série de complicadas transferências financeiras. Montemayor afirma que o dinheiro foi transferido para o sindicato em operações legais.

Agencia Estado,

24 de maio de 2002 | 21h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.