finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Presos acusados de fraudar Previdência no Rio

A Força Tarefa Previdenciária, integrada por servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e agentes da Polícia Federal, prenderam ontem, no Rio, o aposentado Oderval Machado Teperino e o policial civil aposentado Rubens Schulze. Eles são acusados de envolvimento em saques de cerca de 200 benefícios irregulares. Os dois estavam sendo investigados há meses, com a ajuda do Banco do Brasil, a partir de um saque simultâneo de 25 benefícios.Os integrantes da Força Tarefa Previdenciária apreenderam com os acusados diversos objetos, como agendas de telefones, aparelhos celulares, dezenas de cartões de saques de benefícios previdenciários em diversos bancos (privados e estatais), além de uma quantia em dinheiro. A Força Tarefa calcula que os prejuízos causados pela dupla à Previdência Social cheguem aos R$ 250 mil, mas esse montante pode ser ainda maior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.