Pressão sobre câmbio é normal e saudável

O ex-presidente do Banco Central, professor Carlos Langoni, disse que a pressão sobre o câmbio dos últimos dias é consequência da vulnerabilidade das contas externas do Brasil mas, ao mesmo tempo, é um comportamento normal e saudável. Segundo ele, essa desvalorização do real ajuda a equilibrar as contas externas do País, porque tem impacto positivo sobre as exportações. Na avaliação do professor, é preferível que o impacto da desaceleração econômica dos Estados Unidos, que ele considera a causa principal da pressão, recaia sobre o câmbio do que sobre a economia real. "Se a economia continuar em um processo de recessão, a nossa moeda poderá chegar a desvalorizar em um ano a uma taxa superior aos 4% projetados para a inflação neste ano", disse Langoni, que participa da Conferência Internacional de Integração Empresarial da América do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.