Prestação da casa própria aumenta 6,11% em agosto

Os contratos de financiamento imobiliário vinculados ao Plano de Equivalência Salarial por Categoria Profissional, nas modalidades plena e parcial, terão reajuste de 6,11% em agosto, conforme orientação do Banco Central e da Caixa Econômica Federal, administradora do Fundo de Compensação das Variações Salariais (FCVS).O índice, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), vale para os mutuários com data-base para aumento salarial em junho e defasagem de 60 dias para repasse às prestações. Os mutuários com data-base em julho e defasagem de 30 dias terão reajuste de 5,86% na prestação da casa própria.Os porcentuais de reajuste incluem a variação do índice de atualização do saldo devedor nos últimos 12 meses e o índice de produtividade de 3%, conforme estabelecido pela Resolução 1.980 do Conselho Monetário Nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.