Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Previ confirma estudo para consórcio na disputa por Belo Monte

Presidente do fundo informa a presença da Vale, CPFL e Neoenergia na formação do consórcio para o leilão

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

08 de outubro de 2009 | 14h33

A Vale, a CPFL e a Neoenergia estão costurando a formação de um consórcio para disputar o leilão da licitação da hidrelétrica Belo Monte (PA), previsto para este final de ano. A informação foi dada nesta quinta-feira, 8, por Sérgio Rosa, presidente da Previ, fundo de pensão que faz parte do bloco de controle das três companhias. "As empresas estão interessadas e conversando entre si", afirmou.

 

Segundo ele, o grupo franco-belga Suez não estaria no consórcio como chegou a ser noticiado pela imprensa. Entretanto, o executivo não descartou a possibilidade de outras empresas entrarem no consórcio que vem sendo montado. "Nesse momento não tem mais gente, mas, pode ser que mais a frente entre outros", disse.

 

O diretor de Participações da Previ, Joilson Ferreira, lembra que a entrada das três companhias em um mesmo consórcio eliminaria possíveis conflitos de interesse da fundação no processo. "Para a Previ é bem mais confortável elas estarem juntas", disse. O diretor explica que se elas entrarem separadamente na disputa, o fundo terá problemas na hora de definir o lance de cada consórcio. "Vamos ter que sair da sala (onde cada grupo irá definir seu lance) ou escolher apenas uma das salas para ficar", observou.

Tudo o que sabemos sobre:
PreviBelo Montehidrelétrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.