Previ confirma saída de Tarquínio da presidência

O presidente da diretoria executiva da Previ (Caixa da Previdência do Banco do Brasil), Luiz Tarquínio Sardinha Ferro, deixará o cargo em breve. A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa do fundo de pensão à Agência Estado na noite de ontem.Tarquínio teria pedido para sair em dezembro, após quatro anos à frente do maior fundo de pensão do País, mas a diretoria do Banco do Brasil pediu para que ele ficasse por mais tempo.A assessoria de imprensa informou ainda que o relacionamento entre Tarquínio e o governo é tão bom que ele deverá assumir a direção de uma das subsidiárias do Banco do Brasil. A Previ é o maior fundo de pensão no Brasil com patrimônio de R$ 37 bilhões.A gestão de Tarquínio foi marcada pela busca de um maior profissionalismo na gestão onde a Previ tem participações. Entre outras, a Previ integra o controle da Companhia Vale do Rio Doce, Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) e a Guaraniana, que controla três distribuidoras de energia no Nordeste.O Banco do Brasil vai se manifestar, oficialmente, ainda hoje sobre a saída de Tarquínio do cargo, segundo a assessoria do BB, em Brasília. O presidente do Banco do Brasil, Eduardo Guimarães, e toda a diretoria do banco estão no Rio de Janeiro, onde participam da reunião do Conselho de Administração da instituição. O Conselho está reunido para aprovar o balanço do BB em 2001, que será divulgado amanhã, às 11 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.