Previ não definiu se participará da capitalização da Petrobrás

Maior fundo de pensão do País aguardará a definição do valor e tramitação de lei no Congresso Nacional

Adriana Chiarini, da Agência Estado,

03 de setembro de 2009 | 14h15

A Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ), maior fundo de pensão do País, ainda não decidiu se participará da capitalização da Petrobrás. A informação foi dada pelo diretor de participações da Previ, Joilson Rodrigues Ferreira, em entrevista no seminário "Os desafios do novo mercado".

 

Veja também:

Petrobrás terá capitalização de até R$ 100 bilhões 

 

De acordo com Ferreira, é muito cedo para a decisão, já que não se sabe ainda o valor da capitalização. Ele lembrou que será necessário, inclusive, tramitação de lei no Congresso Nacional para que a operação seja realizada. "Isso ainda vai levar muito tempo", disse.

 

O diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcos Barbosa Pinto, disse que a autarquia não comentará a operação de capitalização da Petrobrás, por ser um processo que ainda está em curso.

Tudo o que sabemos sobre:
PreviPetrobráscapitalização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.