carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Previ propõe modelo de governança corporativa

A Previ (fundo de pensão dos funcionáriosdo Banco do Brasil) reuniu hoje cerca de 200 conselheirosfiscais e de administração que representam o fundo de pensão em103 companhias brasileiras. O objetivo do encontro é apresentarnas empresas projeto de governança corporativa desenvolvido pelaPrevi. O modelo demorou cerca de dois anos para ser elaboradopelo fundo, e será adotado na Previ em julho do ano que vem. Para o presidente do fundo, Luiz Tarquínio, que abriu oevento, a governança corporativa agrega valor aos acionistas e opapel dos conselheiros nas empresas é de grande importância parao desenvolvimento do sistema nas companhias. Ele destacou aindaa importância dos investimentos em ações realizados pela Previ,que tem cerca de 50% de seu patrimônio de R$ 39 bilhões aplicadoem renda variável. "Os resultados desses investimentos sãofundamentais para que possamos honrar os compromissos com nossosparticipantes", disse. Uma das etapas do projeto é o desenvolvimento de umsistema que vai permitir o acompanhamento das empresas em temporeal, incluindo o histórico dos aportes, os retornos e asprojeções de planos de negócios das empresas. Há também, noprojeto, o desenvolvimento de um novo sistema de seleção,capacitação e acompanhamento de conselheiros. Para o diretor deParticipações da Previ, Nélio Henriques Lima, "a Previ passa adispor de valioso instrumento para a tomada de decisões sobreseus investimentos."

Agencia Estado,

21 de novembro de 2002 | 19h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.