JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

'Prévia' da inflação sobe 0,14% em maio, mostra IBGE

Resultado é o menor para um mês de maio desde o ano 2000, quando o índice registrou 0,09%

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

23 Maio 2018 | 09h03

RIO - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), conhecido como prévia da inflação oficial do governo, registrou em maio alta de 0,14%, após ter avançado 0,21% em abril, informou nesta quarta-feira, 23, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.  Essa foi a menor taxa para um mês de maio desde o ano 2000, quando o índice registrou 0,09%.

+ Gasolina sobe 0,81% na 'prévia' da inflação de maio

+ CIDA DAMASCO Preços dos combustíveis, sempre uma dor de cabeça para o governo 

Com o resultado, o IPCA-15 acumulou um aumento de 1,23% no ano. Nos 12 meses encerrados em maio, o indicador ficou em 2,70%. A variação no mês veio abaixo das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast, que iam de 0,20% a 0,47%, com mediana de 0,27%.

+ Governo reduz previsão de crescimento do PIB de 2,97% para 2,5%

O grupo Alimentação e Bebidas registrou deflação de 0,05% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) de maio. Segundo o IBGE, a queda de 0,05% do grupo Alimentação foi influenciada, principalmente, pelo subgrupo "alimentação fora", que teve deflação de 0,28%. Na região metropolitana de São Paulo, a deflação da alimentação fora de casa foi de 0,86% no IPCA-15 de maio.

Por sua vez, o grupamento dos "alimentos no domicílio" registrou alta de 0,09% após a queda de 0,05% de abril. Os itens que tiveram destaque de alta foram cebola (35,68%), hortaliças (6,10%), feijão-carioca (3,75%) e leite longa vida (4,44%). No outro sentido, ficaram mais baratos os seguintes itens: açúcar cristal (-3,90%), pescados (-3,51%), frango inteiro (-1,60%), arroz (-1,35%) e frutas (-0,97%).

 

 
*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.