Prévia do IGP-M surpreende e tem maior alta desde 2003

Índice registra elevação de 1,09% na primeira prévia de dezembro, mais de duas vezes a variação de novembro

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

12 de dezembro de 2007 | 08h14

A primeira prévia do IGP-M de dezembro surpreendeu as estimativas do mercado e subiu 1,09%, ante elevação de 0,34% em igual prévia em novembro. O resultado, divulgado nesta quarta-feira, 12, é o maior para uma primeira prévia desde janeiro de 2003 e superou em muito a mediana das projeções dos analistas ouvidos pela Agência Estado, de 0,77%. O índice foi impulsionado pela alta nos preços agrícolas no atacado, que tiveram elevação de 4,36%, ante elevação de 1,22% na primeira prévia do índice registrada em novembro. A FGV informou ainda que os preços dos produtos industriais no atacado apresentaram aumento de 0,41% na primeira prévia do índice anunciada nesta quarta, ante elevação de 0,21% na primeira prévia de novembro. Até a primeira prévia de dezembro, o IGP-M acumula elevação de 7,05% tanto no ano quanto em 12 meses - visto que dezembro é o décimo segundo mês do ano, e esse é último resultado da primeira prévia do IGP-M em 2007. O período de coleta de preços para cálculo da primeira prévia do IGP-M de dezembro foi do dia 21 a 30 de novembro.  No caso dos três indicadores que compõem a primeira prévia do IGP-M de dezembro, o IPA teve aumento de 1,49%, ante elevação de 0,48% na primeira prévia do índice em novembro. Por sua vez, o IPC registrou avanço de 0,41% na primeira prévia de dezembro, ante queda de 0,16% em igual prévia do mesmo índice em novembro. Já o INCC subiu 0,17% na primeira prévia divulgada hoje, ante elevação de 0,59% na primeira prévia de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
IGP-Mpréviainflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.