Previdência complementar capta R$ 1,633 bi em agosto

O volume de novas contribuições ao sistema de previdência complementar foi de R$ 1,633 bilhão em agosto, o que representa alta de 5,7% em relação ao mês anterior, quando foram arrecadados R$ 1,545 bilhão. De acordo com os dados da Associação Nacional da Previdência Privada (Anapp), na comparação com agosto de 2004, a alta foi de 6,5%.A Anapp informou ainda que o Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL) - outro produto de previdência - liderou o ranking de contribuições e atingiu um recorde histórico para o mês de agosto: R$ 1,029 bilhão, alta de 8,6% em relação a julho e crescimento de 22% na comparação com agosto de 2004.Já o volume de captação do Plano gerador de Benefícios Livres (PGBL) foi de R$ 373,5 milhões, o que representou uma alta de 7,5% ante julho e queda de 8,4% na comparação com agosto de 2004. Os planos tradicionais captaram R$ 226,7 milhões em novos recursos, o que representou uma queda de 8,2% na comparação com julho e de 24% ante agosto de 2004.Captação recua no acumulado do anoNo acumulado de janeiro e agosto, a captação dos planos de previdência alcançou R$ 11,361 bilhões, uma queda de 3,47% em relação ao mesmo período de 2004. "O desempenho acumulado do ano reflete a retração verificada pelo setor no momento de transição para o novo regime tributário dos planos", diz, em nota, o presidente da Anapp, Osvaldo do Nascimento. "Com a superação das indefinições, a indústria já está de volta ao crescimento, como aponta o desempenho mês a mês", acrescenta.O VGBL lidera o ranking de captações no ano, com R$ 6,3 bilhões (56% do total arrecadado), alta de 2,34% em relação ao resultado apresentado no período de janeiro a agosto de 2004. Em seguida, vêm os PGBL, com R$ 2,6 bilhões (24% do total), queda de 14,4% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os planos tradicionais, por sua vez, arrecadaram R$ 2,3 bilhões, queda de 4,83%.Os dados da Anapp computaram 293.724 beneficiários do sistema de previdência privada entre janeiro e agosto de 2005, o que representa uma elevação de 17,47% ante o mesmo período do ano anterior. Em relação a dezembro de 2004, quando havia 262.245 beneficiários inscritos no sistema, houve alta de 12%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.