carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Previdência considera grave paralisação de servidores

O Ministério da Previdência Social distribuiu nota oficial hoje classificando de "grave" a paralisação do servidores administrativos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Com a greve, iniciada nesta quarta-feira, a categoria pretende pressionar o governo a concluir negociação sobre a reestruturação da carreira.Segundo a nota, desde o último dia 5 de setembro um grupo de trabalho, com representantes do Ministério, do INSS e das federações de sindicatos que representam os servidores, está trabalhando nos princípios da nova carreira. O governo admite que a reestruturação da carreira está sendo discutida há um ano, quando foi firmado um termo de compromisso entre as entidades e a direção do instituto, mas sustenta que o assunto não está parado porque o grupo realizou uma primeira no dia 15 de setembro último e teria uma próxima reunião no dia 22."O INSS está tomando todas as providências necessárias para que a população não seja prejudicada", afirma a nota. A paralisação começou um dia depois de o INSS anunciar que fechara um acordo com os médicos peritos que também paralisaram o atendimento ao público desde o início da semana.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2006 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.