finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Previdência: novos serviços pela Internet

A partir de agora os contribuintes individuais, que pagam a contribuição mensal devida ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) via carnê, não precisarão mais ir ao banco. Pela Internet eles poderão agendar o pagamento, autorizando o débito automático em conta corrente. Outros serviços como a solicitação de pensão por morte. Além disso, os segurados poderão acompanhar seu histórico de contribuição pela rede. Para autorizar o débito automático da contribuição, basta acessar o PREVNet pelo site da Previdência Social (veja link abaixo) e clicar no ícone para o cadastramento. O contribuinte deverá preencher o cadastro conforme as instruções. O termo de autorização para débito em conta corrente deverá ser impresso, assinado pelo contribuinte e entregue na agência bancária onde é mantida a conta. A partir daí o valor da contribuição será debitado na conta corrente do contribuinte no dia 15 de cada mês.Pensão por morte Para requerer a pensão por morte via Internet, é necessário que o dependente (aquele que passará a receber a pensão do segurado morto) acesse o site da Previdência Social, clique no local indicado e preencha o formulário. Depois de preencher todos os dados solicitados, o dependente deverá imprimir o formulário, assinar, juntar a certidão de óbtido do segurado e mandar tudo para a agência da Previdência Social escolhida no próprio site. O pagamento sairá no mês seguinte.A pensão só pode ser solicitada pela Internet se segurado falecido já estivesse recebendo um benefício, como por exemplo, a aposentadoria. Se o segurado falecer trabalhando o dependente terá que solicitar a pensão em uma agência do INSS. Pela Internet inicialmente só serão concedidas pensões por morte precedida de aposentadoria para os dependentes de segurados que tenham falecido até três meses antes da data do requerimento.Histórico de contribuiçõesOs trabalhadores vão poder acompanhar, pela Internet, todas as informações prestadas pelas empresas. Dessa forma saberão se os seus dados estão corretos e se a contribuição retida e recolhida ao INSS está certa. Qualquer erro, que poderá prejudicar o trabalhador na hora da concessão do benefício, deverá ser comunicado à Previdência Social.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.