Previdência privada já vive espetáculo do crescimento

O diretor da Associação Nacional das Empresas de Previdência Privada (Anapp), Antonio Trindade, disse hoje que o crescimento recorde de 71,74% na captação de recursos pela previdência privada aberta no primeiro semestre de 2003, em relação a igual período do ano passado, demonstra que o setor já vive o espetáculo do crescimento prometido pelo presidente Lula. Segundo ele, o debate sobre a reforma previdenciária fez com que os "mortais" se preocupassem em fazer uma previdência complementar.O presidente da Anapp, Osvaldo Nascimento, disse que o público, ao verificar que a previdência oficial paga aposentadorias superiores a R$ 40 mil e irá manter o teto de R$ 17 mil, começa a procurar uma aposentadoria complementar privada. Segundo ele, na reforma previdenciária atual não houve espaço para que os fundos de previdência para os novos servidores tivessem como opção a previdência privada. Esses novos fundos só serão fechados em estatais.Nascimento disse que a população deve ficar atenta quanto a regulamentação desses fundos estatais para evitar que seja utilizado o sistema de plano de benefício definido, "que no Brasil e no exterior geraram a criação de elefantes que periodicamente precisam se alimentar de recursos do Tesouro Nacional, ou seja, dos impostos pagos por toda a população em benefício de poucos beneficiários."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.