Previdência tem déficit de R$ 3,1 bilhões em novembro

No acumulado de janeiro a novembro, resultado negativo da instituição pública soma R$ 45,2 bilhões

Renata Veríssimo, da Agência Estado,

17 de dezembro de 2009 | 12h25

A Previdência Social registrou um déficit de R$ 3,116 bilhões em novembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 17, pelo Ministério da Previdência. Os gastos com o benefício, no mês, totalizaram R$ 19,924 bilhões, enquanto que a arrecadação líquida foi de R$ 16,808 bilhões. Em outubro, o déficit foi de R$ 2,274 bilhões.

 

No acumulado de janeiro a novembro, o déficit da Previdência, corrigido pelo INPC, soma R$ 45,262 bilhões. As despesas com o benefício, no acumulado do ano, totalizaram R$ 203,867 bilhões e a arrecadação líquida foi de R$ 158,605 bilhões. No mesmo período de 2008, o déficit da Previdência foi de R$ 40,429 bilhões.

 

VEJA TAMBÉM:
Secretário defende mecanismos que retardem a aposentadoria

O secretário da Previdência Social, Helmut Schwarzer, previu que o déficit da Previdência em 2009 ficará entre R$ 43 bilhões e R$ 43,5 bilhões. Esse resultado é superior à previsão anterior do Ministério da Previdência, que era de R$ 41,100 bilhões.

 

De janeiro a novembro, o déficit previdenciário, em valores nominais, foi de R$ 44,624 bilhões e, corrigido pelo INPC, totalizou R$ 45,262 bilhões. Schwarzer disse, em entrevista coletiva, que o superávit da Previdência esperado para dezembro deve ser menor que R$ 1,5 bilhão.

 

"Por isso, o déficit do ano deve ficar acima dos R$ 41 bilhões projetados e menor que os R$ 45 bilhões atuais (de janeiro a novembro). Deve ser alguma coisa entre esses dois valores", disse o secretário.

 

Ele disse que o aumento do déficit se deve principalmente ao reajuste real (acima da inflação) concedido aos benefícios, tanto dos que recebem salário mínimo quanto dos que ganham mais. Helmut Schwarzer lembrou, no entanto, que a Previdência Social teve um papel importante no aumento da demanda durante o período da crise financeira internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Previdênciadéficit

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.