Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Previdência urbana registra superávit de R$ 344,6 mi

O resultado das contas da previdência urbana foi superavitário, em outubro, em R$ 344,6 milhões. De acordo com os dados divulgados hoje pela Previdência Social, a arrecadação relativa aos benefícios de trabalhadores urbanos somou R$ 14,496 bilhões e as despesas com benefícios, R$ 14,152 bilhões.

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

25 de novembro de 2009 | 14h50

Já as contas da previdência rural registraram um déficit de R$ 3,118 bilhões em outubro. Esse saldo reflete uma arrecadação de R$ 368 milhões menos despesas com benefícios rurais de R$ 3,486 bilhões. Com isso, as contas da previdência social, em outubro, acabaram registrando um déficit de R$ 2,774 bilhões. No acumulado do ano até outubro, o déficit do Regime Geral da Previdência Social atingiu R$ 41,990 bilhões. Deste total, R$ 9,182 bilhões referem-se à previdência urbana e R$ 32,808 bilhões à previdência rural.

A arrecadação da previdência social relativa aos trabalhadores urbanos, que atingiu R$ 14,496 bilhões em outubro, teve um aumento real (valores corrigidos pelo INPC) de 6,5% ante outubro de 2008 (R$ 13,616 bilhões). Segundo dados divulgados pela Previdência Social, de janeiro a outubro, a arrecadação da previdência urbana somou R$ 137,509 bilhões, aumento real de 5,2% ante os R$ 130,688 bilhões arrecadados em igual período de 2008.

Do lado das despesas com os benefícios da previdência urbana, também houve aumento. Em outubro, as despesas somaram R$ 14,152 bilhões, um aumento de 10,1% ante outubro de 2008 (R$ 12,853 bilhões). No acumulado do ano, as despesas com benefícios da previdência urbana somam R$ 146,691 bilhões, um incremento de 7,2% em relação ao verificado em igual período de 2008 (R$ 136,812 bilhões).

Já a arrecadação da previdência rural, que somou R$ 368 milhões em outubro, teve uma queda de 12,8% ante outubro de 2008, quando o valor arrecadado foi de R$ 421,9 milhões. No acumulado janeiro a outubro deste ano, foram arrecadados R$ 3,765 bilhões pela previdência rural, uma queda de 13% em relação ao mesmo período de 2008 (R$ 4,328 bilhões).

Em contrapartida, as despesas com benefícios da previdência rural cresceram 9,8% em outubro deste ano, somando R$ 3,486 bilhões, ante R$ 3,174 bilhões registrados em outubro de 2008. No acumulado do ano até outubro, as despesas da previdência rural somam R$ 36,573 bilhões, valor 7,3% superior aos R$ 34,099 bilhões registrados em igual período do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Previdênciaurbanarural

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.