finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Previsão do mercado para PIB de 2006 recua para 3,70%

As previsões de mercado para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2006 recuaram de 4% para 3,70% em pesquisa semanal do Banco Central (BC) divulgada hoje. A queda ocorreu após três semanas consecutivas das estimativas terem ficado estáveis em 4%. As expectativas de expansão da produção industrial no próximo ano seguiram a mesma tendência de queda e recuaram de 4,50% para 4,35%, porcentual ainda superior aos 4,25% de há quatro semanas. Para este ano de 2005, as projeções de crescimento do PIB seguiram estáveis em 3,70% pela quarta semana consecutiva. Apesar da estabilidade, o porcentual é menor que os 4% estimados pelo próprio BC no Relatório de Inflação divulgado ao final de 2004. As previsões de crescimento da produção industrial, por sua vez, recuaram de 4,64% para 4,59%, ficando num patamar ainda superior aos 4,50% projetados em pesquisa de quatro semanas atrás.Taxa de câmbio As projeções de mercado para a taxa de câmbio no fim deste ano caíram de R$ 2,86 para R$ 2,83 na pesquisa semanal do BC. A queda ocorreu na mesma semana em que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar os juros de 18,25% para 18,75% ao ano e a taxa de câmbio no pronto caiu a patamares abaixo da marca dos R$ 2,60. Para este mês de fevereiro, as estimativas de câmbio ao final de período recuaram de R$ 2,65 para R$ 2,61. As previsões para o fim de março próximo, por sua vez, ficaram de R$ 2,65. Para o final de 2006, os participantes da pesquisa do BC mantiveram as previsões de taxa de câmbio em R$ 3,00 pela segunda semana consecutiva.Dívida líquida do setor públicoAs projeções de mercado para a dívida líquida do setor público subiram de 51,50% para 51,60% do Produto Interno Bruto (PIB). Esta foi a segunda elevação das estimativas de dívida do setor público, que há quatro semanas estavam em 51,55% do PIB. Para 2006, as expectativas de dívida líquida do setor público subiram de 49,90% para 50% do PIB e voltaram ao mesmo patamar de há quatro semanas.Balança comercialO mercado projeta um superávit de US$ 25 bilhões da balança comercial de 2006. Na última pesquisa do BC, a projeção era de US$ 24,18 bilhões. A elevação da projeção foi acompanhada de uma melhora das estimativas para o resultado da conta corrente do balanço de pagamento do próximo ano de equilíbrio para um resultado positivo de US$ 900 milhões. Para este ano de 2005, as previsões de superávit da balança comercial e da conta corrente não mudaram e prosseguiram em US$ 26,50 bilhões e US$ 3 bilhões, respectivamente.Preços administradosAs previsões de mercado para a alta dos preços administrados neste ano subiram de 7% para 7,03%. Para 2006, as projeções de reajuste dos administrados foram mantidas em 6%.Investimento estrangeiro diretoJá as projeções de mercado para o fluxo de investimento estrangeiro direto (IED) neste ano permaneceram estáveis em US$ 14 bilhões na pesquisa semanal do Banco Central (BC). Para 2006, as previsões também não se alteraram e prosseguiram em US$ 15 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.