Primeira fase do recadastramento de segurados começa na 2ª

A Previdência Social dá início, na próxima segunda-feira, à primeira fase do censo previdenciário com que pretende recadastrar, entre novembro e fevereiro, cerca de 2,5 milhões de aposentados e pensionistas. Os primeiros segurados começarão a ser avisados este mês, quando forem receber os pagamentos nos bancos. A atualização dos dados é uma estratégia para combater fraudes e identificar benefícios que estejam sendo pagos irregularmente. Diferentemente do recadastramento de segurados com mais de 90 anos de idade realizado no final de 2003, na gestão do ex-ministro Ricardo Berzoini, o objetivo da atual administração é o de ser bem mais cuidadoso. Antes de suspender eventuais pagamentos indevidos, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) convocará os beneficiários de forma personalizada durante cinco meses, por meio dos terminais eletrônicos e caixas dos bancos. O primeiro aviso será feito um mês antes da data marcada para que o segurado apresente seus documentos pessoais na agência bancária em que recebe o benefício. Também de forma diferente do processo de dois anos atrás, a Previdência fechou um convênio com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), no valor de R$ 18,7 milhões, para que a rede bancária avise, recolha os dados e repasse ao INSS. Assim, os aposentados e pensionistas não precisarão, num primeiro momento, procurar as agências da Previdência para se recadastrarem nem se deslocar de um Estado para outro, por exemplo, para responder ao censo. Cerca de 24% do total de segurados incluídos na primeira etapa são de São Paulo.

Agencia Estado,

30 Setembro 2005 | 18h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.