Primeira prévia de fevereiro mostra inflação de 2,23%

A primeira prévia do mês de fevereiro do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgado nesta manhã, apontou inflação de 2,23%, porcentual um pouco acima do fechamento de janeiro, quando o IPC foi de 2,19%. O índice ficou dentro da margem prevista pelos economistas e consultores ouvidos pela Agência Estado, que calculavam uma variação entre 2% e 2,3%. A maior alta do período foi Transportes, que subiu 7,70%, acima do porcentual da última pesquisa, quando o grupo teve alta de 6,15%. Educação, que vinha liderando os aumentos desde a 2ª quadrissemana de janeiro, continuou a registrar alta bastante elevada (6,52%), porém, menor do que a apurada na semana passada (+7,87%). O grupo Saúde registrou variação de 1%, acima do 0,68% do fechamento de janeiro. Já os itens Habitação, Alimentação, Despesas Pessoais e Vestuário tiveram variações menores do que as apuradas na pesquisa da última semana. Vestuário continua a ser o único grupo a apresentar variação negativa (-0,42%), porém, a queda foi um pouco menor do que a da última pesquisa (-0,55%). Veja as variações dos itens que compõem o IPC: Habitação: +0,64%; Alimentação: +1,52%; Transportes: +7,70%; Despesas Pessoais: +1,43%; Saúde: +1,00%; Vestuário: -0,42%; Educação: +6,52%; Índice Geral: +2,23%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.