Principais bolsas asiáticas fecham em alta na véspera de Natal

Em Hong Kong, o índice Hang Seng, da Bolsa de Seul, subiu 0,88%, encerrando aos 21.517 pontos

Carlos Lo Prete,

24 de dezembro de 2009 | 07h57

As principais bolsas asiáticas fecharam em alta nesta véspera de Natal. Em Hong Kong o índice Hang Seng, da Bolsa de Seul, subiu 0,88%, encerrando aos 21.517 pontos. Os ganhos foram lideradas pelas ações do setor imobiliário, antecipando um leilão de terras que o governo fará na segunda-feira.

 

Já na China, o mercado experimentou o segundo dia consecutivo de alta, com ganhos expressivos de papéis relacionados ao setor de metais. Também as ações das companhias aéreas tiveram um dia de alta, com a recuperação da demanda por voos internacionais. O índice Xangai Composite fechou em alta de 2,56%, aos 3.153,41 pontos. O índice Shenzhen composto avançou 3,4%, fechando aos 1.166,01 pontos. Traders disseram que os ganhos de hoje podem ser vistos como recuperação das perdas da semana passada, quando o Xangai Composto perdeu 4%. No mercado de câmbio, por volta de 5h30 (de Brasília), o dólar norte-americano valia 6,6280 yuans chineses, uma desvalorização em relação aos 6,8287 da véspera.

 

Coreia do Sul

 

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul fechou em alta de 1,26%, aos 1.682,34 pontos, o nível mais elevado desde 29 de setembro. A tendência positiva segue sustentada pelas perspectivas de melhora no cenário externo e de avanço nos ganhos corporativos. O índice local fechou no maior patamar desde 29 de setembro. Os estrangeiros participaram agressivamente das compras, um indicativo de que esperam sólidos retornos a partir de janeiro. Hyundai subiu 3,9%; Hynix Semiconductor avançou 1,4%.

 

Em Taiwan, o índice Weighted da Bolsa de Taipé fechou em alta de 0,79%, aos 7.963 pontos. O nível é o mais alto desde 19 de junho e os analistas preveem que possa romper a barreira dos 8 mil pontos já no pregão da sexta-feira. Fabricante de chips DRAM, a local Nanya, disparou 6,8%, impulsionada por dados que confirmam o aumento da demanda, como os resultados da americana Micron Technology.

 

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sidney fechou em alta de 1,09%, aos 4.790,9 pontos. O dia foi especialmente bom para o setor de bancos, com os investidores voltando a comprar: ANZ subiu 3,1%, Westpac avançou 2,9%, Commonwealth ganhou 1,6% e National subiu 1,3%.

 

Os analistas avaliam que os fundos se concentraram nos bancos para valorizar os papéis do setor, impulsionando suas posições em carteira antes do fim do ano. No setor de metais, BHP Billiton valorizou 1,3%. Nas Filipinas, Malásia e Indonésia não houve pregão hoje. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasásiavalorização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.