Principais bolsas asiáticas fecham em queda

Apesar da alta dos principais índices dos mercados norte-americanos ontem (Dow Jones: +1,06%; Nasdaq: +0,88%), os principais mercados do sudeste asiático fecharam em queda hoje. Em Seul, o índice Kospi encerrou o dia em -2,35%. As vendas no mercado futuro provocaram o mesmo movimento no mercado à vista, explicaram analistas. As incertezas sobre as medidas prometidas pelo governo para sanar o sistema financeiro dos créditos podres foram as principais causas da baixa de 1,95% (aos 8.539,34 pontos) do índice Nikkei 225, da bolsa de Tóquio. Foi o pior resultado desde junho de 1983. Em Taipé, os ganhos acumulados durante o período da manhã foram perdidos com realização de lucros. O pregão taiuaês fechou em baixa de 1,56%. Nas Filipinas, a recuperação técnica, depois de seis sessões consecutivas em queda, garantiu a alta de 0,51%. No intervalo do meio-dia, as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -0,60%; Indonésia: -1,56%; Malásia: -0,80%; Tailândia: +0,43% e Cingapura: -1,56%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.