Principais bolsas da Ásia fecham em queda

Os principais mercados do sudeste asiático encerraram seus pregões hoje em baixa. A bolsa filipina caiu 1,97% em razão dos dados econômicos referentes ao segundo trimestre, divulgados pelo governo durante as negociações. As informações referentes ao Produto Nacional Bruto (PIB) do país indicam crescimento de 3,2% ao ano, menor do que os 3,7% projetados pelo governo. Em Tóquio, o Nikkei 225 caiu 0,81% com realização de lucros, principalmente de papéis de empresas que operam em âmbito doméstico, mas algumas ações do setor de tecnologia também foram afetadas. O índice Kospi, do mercado sul-coreano também sofreu retração de 0,81%. Os papéis da LG Chem, a maior fabricantes de químicos do país, caíram 4,7%. O mercado taiuanês encerrou o dia em baixa de 0,55%. Segundo analistas, essa queda pode ter sido uma tentativa de influenciar o vencimento do contrato futuro da bolsa, que vence quinta-feira. Às 4h30 (horário de Brasília), as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: +0,39%; Indonésia: -0,32%; Malásia: +0,33; Tailândia: +0,74% e Cingapura: +0,28%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.