Principal índice de ações europeu fica negativo pelo 5o dia

O principal índice das ações européiasfechou praticamente estável, mas ficou em terreno negativo pelaquinta sessão seguida com a aversão ao risco ainda em níveiselevados por causa dos problemas no setor de crédito. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst300, que reúne as principais ações das empresas européias, teveleve baixa de 0,06 por cento, para 1.519 pontos. O índiceacumulou queda de 5,6 por cento nos últimos cinco pregões. Os bancos estiveram entre os destaques negativos depois queo índice iTraxx Crossover, usado como indicador da confiançapara crédito na Europa, atingiu patamares recordes. "O que estamos vendo é as pessoas lembrarem que o riscoexiste", disse Andrew Lynch, gestor de fundos europeus daSchroders. "Algumas das aquisições alavancadas que estavam sendofeitas ou algumas das ofertas públicas iniciais (IPO, na siglaem inglês) que vieram para o mercado tinham sugerido que oapetite das pessoas por risco estava alto, e agora estamoscomeçando a ver que o apetite pelo risco diminuiu de novo",acrescentou. Entre os principais avanços, o HSBC, maior banco da Europa, subiu 1,4 por cento após informar lucro antes de tributaçãomaior que o esperado. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de0,15 por cento, a 6.206 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,06 por cento, para7.456 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 teve ligeira alta de 0,04 porcento, para 5.646 pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel teve oscilação negativa de 0,02por cento, a 31.137 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,55 porcento, para 14.507 pontos. Já em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 0,81 por cento,para 13.356 pontos. (Por Anshuman Daga)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.