Principal índice europeu cai 2% por bancos e petrolíferas

O principal índice de ações européiascaiu 2 por cento nesta quinta-feira, com a preocupação sobre ocrescimento global afetando as ações de petrolíferas e com odesempenho ruim das ações de bancos. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300perdeu 2,12 por cento, para 1.156 pontos. O setor petrolífero foi o principal destaque negativo. Asações da Total, BP e Royal Dutch Shell caíram após dados dosEstados Unidos mostrarem na quarta-feira alta inesperada dosestoques de gasolina --o que poderia significar uma redução dademanda dos consumidores. Wall Street operava em alta, mas as ações de bancos sofriamcom a preocupação de investidores sobre as concessoras dehipotecas Freddie Mac e Fannie Mae . O Lehman Brothers tambémdespencava com rumores de que a gestora de fundos Pimco estariareduzindo as operações com o banco. A Pimco afirmou quecontinua a negociar com o Lehman. "Muitos olhos estão no Lehman neste momento", disse JeremyBatstone-Carr, diretor de pesquisa para clientes privados daCharles Stanley, em Londres. Entre os bancos europeus, o Santander caiu 1,9 por cento, oHSBC recuou 1,4 por cento e o UBS perdeu 2,4 por cento. "Uma coisa que está bem certa é que o setor financeiroainda está um pouco longe de ver o fim dos problemas",acrescentou. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de2,22 por cento, a 5.406 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,28 por cento, para6.305 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 2,49 por cento, para 4.231pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,40 porcento, a 21.894 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou perda de 2,17 porcento, aos 11.739 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 1,96 porcento, a 8.678 pontos. (Reportagem de Rebekah Curtis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.