Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Problemas com despesas são recorrentes

Os principais problemas que a Receita Federal encontra na declaração do Imposto de Renda estão relacionados com omissão de valores e informações de dependentes, segundo avaliação de especialistas. "Às vezes, os contribuintes esquecem de declarar os dependentes. Ou esquecem da renda do aluguel, por exemplo", diz Samir Choaib, especialista em direito tributário e advogado do escritório Choaib, Paiva e Justo Advogados Associados.

O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2012 | 03h06

Outro problema comum, de acordo com Vanessa Miranda, da FiscoSoft, é a Receita encontrar incoerência com o lançamento das despesas médicas. "De repente, a pessoa passou por uma cirurgia plástica e teve de arcar com uma despesa que o plano não cobriu. A despesa dá um salto muito grande e a declaração vai parar na malha-fina", diz Vanessa.

No caso de a Receita Federal apontar qualquer problema, a indicação é que, antes de tudo, o contribuinte faça uma análise da própria declaração de Imposto de Renda. "Em alguns casos, por exemplo, há pendências em relação aos rendimentos que a pessoa física informou e o rendimento que a pessoa jurídica informou na Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf)", afirma Vanessa.

No caso de problemas com justificativas de rendimento, Vanessa explica que o contribuinte terá de entrar em contato com a empresa para solicitar a correção dos dados. "Em geral, o que acontece é que a Receita já aponta onde houve a divergência. Se ocorrer esse tipo de pendência, tem de entrar em contato com a fonte pagadora para pedir a retificação", afirma a especialista.

Segundo ela, a Receita espera que o contribuinte resolva as suas pendências. "Só depois de novas análises é que a Receita começa a convocar o contribuinte." / L.G.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.